Como criar um Selo Musical?

Alcançar o sonho de fazer sucesso e viver da própria música tem sido cada vez mais difícil, principalmente para os artistas que estão iniciando uma carreira. A popularização das tecnologias de acesso à informação, tornou o mercado musical muito seletivo e mais exigente quanto à qualidade dos trabalhos em geral.

Pensando nisso, muitos cantores vão em busca de contratos com grandes gravadoras devido ao poder de influência que possuem e pela estrutura de marketing que oferecem. Contudo, por dominarem o mercado e possuir uma marca forte, essas empresas escolhem criteriosamente os trabalhos que vão financiar, restringindo as oportunidades e dificultando ao máximo o acesso dos músicos.

Como alternativa, muitos artistas decidiram criar o próprio Selo Musical, apostando em criatividade e inovação para levar música de qualidade a todos os lugares utilizando como ferramentas de marketing as redes sociais e a distribuição digital.

Embora esse assunto seja muito importante no meio musical, poucos enxergam potencial nessa estratégia, devido à falta de conhecimento sobre a essência do que é necessário para criar um Selo e qual é o seu papel no projeto do músico. Continue lendo esse post que a seguir, vamos esclarecer!!!

O que é um Selo Musical?

Selo Musical é um escritório ou departamento que trabalha com estilos musicais específicos e atuam de forma mais direcionada. Inicialmente, os Selos surgiram como ramificações das grandes gravadoras para cuidar de segmentos exclusivos, e para isso, reuniam profissionais especializados em todas as áreas. 

Com o passar do tempo, os Selos adquiriram autonomia e passaram a operar diretamente com o mercado, desvinculando-se das gravadoras e se tornando independentes. Houve então uma grande expansão dessa modalidade, e atualmente vemos grandes nomes da música brasileira serem lançados por estes pequenos empreendimentos.  

Selo Musical x Gravadora

É comum haver a confusão entre os termos Selo Musical e Gravadora, já que ambas compartilham a mesma função, entretanto, a diferença é grande quando se está analisando a estrutura, o porte e o poder de influência de cada uma.

O Selo Musical possui uma estrutura pequena, com poucos funcionários e recursos limitados; geralmente não é tão conhecido e, por isso, não possui poder de influência significativo no mercado. Pode atender à segmentos específicos ou variados, dependendo do foco de atuação. Normalmente, enfrenta mais dificuldades para lançar um novo talento e, em muitos casos, não realiza os trabalhos de estúdio, ficando apenas com a parte de planejamento, marketing, divulgação e gestão.

Já a Gravadora é uma empresa que possui uma estrutura grande e complexa, com maior número de funcionários e maior disponibilidade de recursos. A consolidação da marca faz com que a empresa tenha autoridade e influência no mercado, facilitando a inserção dos artistas que promove. Da mesma forma, seu planejamento de marketing aliado ao seu know-how faz com que suas produções logrem êxito com o público em geral, visto que atendem à variados estilos.

Como criar um Selo Musical?

Antes de tudo, para criar um Selo Musical é preciso pensar nas questões legais e jurídicas que vão reger as relações entre a empresa e os parceiros. Então, devemos estabelecer um contrato social e registrá-lo na junta comercial do estado onde os serviços serão prestados. Depois disso, procede-se ao planejamento da estrutura e dos recursos.

Baseado no valor do investimento que será aplicado, serão planejados: Estúdio para gravação e masterização das músicas, sala para reuniões com os artistas, equipamentos para escritório, site com informações da empresa, etc. Um Selo Musical pode ainda ser montado em uma estrutura menor e sem o estúdio de gravação, dependerá apenas do objetivo central do projeto.

O aspecto mais importante do processo de criação do Selo, sem dúvida, é o conhecimento do profissional em relação ao segmento de atuação. Por isso, essa é a opção de muitos artistas que têm experiência em produzir música de qualidade e promover seu trabalho para o público. Eles apostam porque confiam que o resultado será competitivo e de alto nível.

Dificuldades haverão em todos os empreendimentos, porém, quando se trata de mergulhar de cabeça em um projeto que é exclusivamente seu e que vai valorizar o trabalho da sua vida, vale a pena correr riscos e encarar quaisquer obstáculos que possam surgir!

 

E você, já gravou suas músicas? Então peça já um orçamento e faça o seu CD com a Discmídia!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *