Windowing: Vantagens e desvantagens dessa nova prática

Para quem não conhece, o Windowing (janela) é uma prática de distribuição de músicas que é recente e bem diferente da distribuição tradicional atualmente realizada. Consiste no lançamento fracionado do trabalho musical, fornecendo exclusividade de distribuição a um determinado canal por um período de tempo, com o intuito de gerar mais renda com o produto em questão. E por já ser uma prática bem sucedida na indústria do cinema, agora está ganhando muitos adeptos no ramo da música.

Como funciona o Windowing?

Dentro do universo musical, existem vários meios para se fazer o lançamento de um novo trabalho. Então o artista opta por lançar algumas faixas do seu novo CD em apenas uma plataforma digital de músicas, aquela que gerará maior rentabilidade. 

E por um certo período de tempo, somente esta plataforma distribuirá o conteúdo de lançamento e sempre na modalidade paga, fazendo com que os fãs deste artista adquiram os planos pagos para ter acesso às novas músicas. Somente após algum tempo que as novas faixas serão disponibilizadas nos planos gratuitos e nas demais plataformas de streaming.

O intuito desta prática é gerar lucratividade com o lançamento, tornando-o uma novidade exclusiva apenas para quem tem os planos pagos nas plataformas. É vantajoso para o artista e vantajoso para a plataforma.

Windowing: Vantagens e desvantagens dessa nova prática

Considerando a prática de Windowing como uma estratégia de divulgação das plataformas digitais, observamos que ela se tornou viável e com grandes vantagens para artistas que já têm reconhecimento público ou que tenham seu trabalho patrocinado por grandes empresários ou gravadoras, pois, nos acordos estabelecidos com as plataformas, apenas assinantes de planos Premium terão exclusividade para ouvir os novos hits. Somente após o período acordado é que os ouvintes gratuitos terão acesso às músicas. 

Para os artistas independentes ou com menos reconhecimento, o Windowing não mostra vantagens pois eles não conseguem lucrar com a prática. Pelo contrário, ela representa uma limitação dos meios de divulgação de músicas e álbuns, porque o artista independente precisa alcançar mais pessoas para divulgar seu trabalho, e se houver qualquer restrição de conteúdo a plataformas, menos visibilidade ele terá. Uma vez que, ainda como artista independente, crescer na carreira conquistando mais seguidores leais significa expandir os seus meios de divulgação, então este modelo se mostra ineficiente aos seus objetivos. 

O Windowing é apenas uma das novas práticas e estratégias que chegam no mercado todos os dias, com a finalidade de trazer eficiência ao trabalho artístico, em uma integração de arte e negócio. Por isso, é muito importante que o artista tenha um marketing de divulgação estruturado e forte, saiba utilizar os recursos das plataformas digitais para aumentar o alcance das músicas, invista em CDs físicos para distribuição e se mantenha informado sobre as empresas que podem ajudá-lo nessas questões que, cada vez mais, se tornam fundamentais na construção de uma carreira de sucesso.  

Se você é músico independente e quer divulgar seu trabalho nas plataformas Streaming, peça já o seu orçamento e veja como a Discmídia pode te ajudar a alavancar a sua carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *